Home Banner Home Uma engrenagem que não para de girar

0 1484

O emblema oficial de Rotary, também chamado “Distintivo Rotário”, é uma roda de engrenagem. Possui 24 dentes e 6 raios. Para movimentar a roda, foi introduzido um rasgo de chaveta. Nele se encaixa o ressalto do eixo propulsor, que, dessa forma, transmite o movimento para a engrenagem. O rotariano é
comumente associado à chaveta, por ser, através de suas ações, quem faz a roda girar. Os 24 dentes da roda denteada representam as 24 horas do dia, onde cada rotariano deve viver o Rotary em ação e pensamento. Os 6 raios representam as qualidades essenciais do rotariano em relação à:

  1. Família – Ser bom chefe de família
  2. Ação – Cumprir os deveres de cidadão
  3. Amizade – Cultivar a capacidade de fazer e manter amigos
  4. Profissão – Ter ética profissional, agindo sempre de acordo com os princípios rotários
  5. Religião – Respeitar normas e princípios religiosos
  6. Instituição – Manter a integração no movimento rotário, cooperando sempre.

Nos dias atribulados de hoje, especialmente nas grandes cidades, o homem moderno parece acostumando a viver preso às engrenagens de uma grande máquina montada em rede mundial. Como no filme de Charlie Chaplin, “Tempos Modernos”, 1936, ele é arrastado pelas engrenagens dessa máquina bem lubrificada e se deixa levar como autômato.

modarecife2014_ dia5_alvarodipaula-9Para se contrapor a essa engrenagem dos “Tempos Modernos”, que sufoca e isola o homem, surgiu em Chicago, no ano de 1905 um movimento cujo símbolo é também uma roda denteada, o Rotary, cujos objetivos são a integração, a amizade, a solidariedade e a mútua ajuda. Através da prestação de serviços, a roda denteada do Rotary permanece em contínuo movimento. Onde houver sofrimento, injustiça, exploração, o rotariano estará presente, para mudar o homem e o mundo, na busca da paz e da compreensão.

José Ubiracy Silva é um dos 18 diretores internacionais do Rotary. Foi eleito para o biênio 2015-2017, com responsabilidades sobre parte sul da América do Sul, que inclui a Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru, e Uruguai. Terá a missão de guiar os rotarianos e os Rotary Clubs, com vistas a alcançar o objetivo do Rotary e apoiar as atividades de prestação de serviços que melhorem a qualidade de vida, mantenham a dignidade humana e promovam a paz mundial e a compreensão entre povos e nações. Bira, como é carinhosamente tratado por seus amigos, nasceu na cidade do Recife (PE). Cursou Economia na UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco.

fotomateriacapa01l

É casado com Maria da Conceição Carneiro Monteiro e Silva, rotariana do Rotary Club do Recife Encanta Moça. O casal tem três filhos: André Felipe, Christiana e Alessandra; e 4 netos: Marina, Ricardo, Isabel e Felipe.

Um empresário participativo, atuante e empreendedor, apaixonado pela vida, pela família e pelos assuntos de Rotary e da comunidade. Profissionalmente, tem participação ativa como membro de diversas entidades ligadas ao comércio e à indústria. Sócio principal da holding EBGE – Editora Brasileira de Guias Especiais, uma empresa com mais de 30 anos de existência, sediada no Recife, PE, e marcante presença no mercado gráfico e publicitário brasileiro, com unidades em São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. Como presidente da EBGE, participou e editou, junto à Confederação Nacional das Indústrias, o Primeiro Catálogo de Exportadores Brasileiros, um produto de elevado nível, para atender ao mercado internacional. Em parceria com diversas Federações de Indústrias do Brasil, a EBGE edita anualmente, os Cadastros Industriais. Edita ainda, nas mais importantes cidades do país, guias como SOS – SAÚDE, um catálogo de Médicos, Clínicas, Dentistas e Hospitais. Publica catálogos da Indústria da Moda, Catálogos Empresariais de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Arte. Além destes e de outros livros independentes, edita, nos estados, os Livros da Sociedade, edições primorosas, com acabamentos luxuosos, que apresentam as personalidades de maior destaque social. Lista ainda, órgãos administrativos da gestão pública e privada, sendo, portanto, uma obra de utilidade comprovada.

O livro “Sociedade Pernambucana”, editado em parceria com o colunista João Alberto Sobral, comemorou recentemente 32 anos de edição contínua e se constitui no carro-chefe das publicações da EBGE. O lançamento foi feito em grande festa, numa noite de requinte, autógrafos, com shows e sorteios
de prêmios de qualidade.

É associado do Rotary Club do Recife (o clube mais antigo do Norte/Nordeste e o segundo maior clube do Brasil em número de membros), onde ingressou em 19 de novembro de 1970.

Exerceu diversos cargos no seu clube, entre os quais, o de Presidente em 1990-1991. Foi diretor, e atualmente é conselheiro, do Abrigo Cristo Redentor, para cerca de 250 idosos, pertencente ao Rotary Clube do Recife.

No Distrito 4500, exerceu o cargo de governador em 2000-2001. Nesse período, realizou no Recife, em outubro de 2000, o XXIII Instituto Rotary Brasil – Paulo Viriato Corrêa da Costa, o qual teve como organizador e presidente o diretor do Rotary, Mário de Oliveira Antonino.

Como governador do Distrito, Bira selecionou estudantes de escolas públicas, inclusive com necessidades especiais (um de cada Estado do Distrito), para participarem do programa de Intercâmbio Internacional de Jovens, inaugurando assim uma experiência pioneira no Brasil, cujas despesas foram totalmente assumidas pelo programa.

fotomateriacapa03Em parceria com o Distrito Rotário 7500, dos Estados Unidos, realizou Projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária, para aquisição da Unidade Móvel Inácio Cavalcanti, um centro cirúrgico montado em ônibus para realizar Cirurgias de Catarata, para a entidade beneficente Fundação Altino Ventura, no valor de U$250.000,00. Até o momento, esse ônibus já realizou no estado de Pernambuco, mais de 25.000 cirurgias de catarata para pessoas carentes, que não podem pagar, totalmente de graça.

Bira tem exercido diversos cargos em Rotary. Foi Instrutor Distrital do Governador Leandro Araújo – Distrito 4500, no ano 2009-2010. Foi fundador e Presidente do Centro de Estudos Rotários do Distrito 4500. Como Governador do Distrito 4500, fundou sete novos clubes na área distrital, que compreende os Estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.
O reconhecimento pelos seus méritos de grande rotariano vieram do Rotary International. Exerceu o cargo de Coordenador Regional do Desenvolvimento do Quadro Social Zona 20, nos períodos rotários de 2008 a 2010, e foi Coordenador do Desenvolvimento do Rotary para a Zona 22B, nos períodos rotários de 2010 a 2013.

Além disso, exerceu a importante função de Treinee Leader (Líder de Treinamentos), nas Assembleias Internacionais de janeiro de 2009 e 2010, quando preparou os governadores eleitos que iriam tomar posse naqueles anos.

José Ubiracy Silva, o homem das comendas e das honrarias, são diversas que não listamos, porque não caberiam neste breve e pequeno histórico, onde focamos a sua maestria com suas engrenagens, um pouco de seu social, e o incondicional amor de sua família, que se faz essencial, ser um alicerce para construir alicerces. Brasileiro, empresário, homem de negócios e de sucessos, vocacionado para o serviço voluntário, um pacifista, defensor da ética. Literalmente, um homem que faz.

Fundação

No dia 23 de fevereiro de 2015, o Rotary completou 110 anos de funcionamento ininterrupto, mais de um século de prestação de serviços voluntários, sob o lema principal: “Dar de Si Antes de Pensar em Si”.

O seu fundador, no longínquo fevereiro de 1905, em Chicago, foi Paul Percy Harris, um jovem advogado, íntegro, alegre e comunicativo. Depois de viajar por vários continentes e de exercer as mais diversas profissões, estabeleceu-se em Chicago, cidade onde os respeitáveis homens de negócios tentavam sobreviver às perigosas circunstâncias que os envolviam.

fotomateriacapa05Sentindo-se isolado, perdido naqueles “Tempos Modernos”, Paul Harris imaginou uma associação de homens que sentissem o mesmo vazio de vida e expôs suas ideias a três amigos: Gustav Loehr, um engenheiro de minas; Hiran Shorey, um alfaiate e Silvester Shiele, um comerciante de carvão. Daí surgiu a fundação dessa entidade, que visava prestação de serviços à comunidade local e mundial, sem fins lucrativos. E denominou-a Rotary pela rotatividade dos locais onde costumeiramente passaram a se reunir.

O que é Rotary?

O Rotary é uma organização de homens e mulheres, líderes em seus negócios e profissões, que prestam serviços humanitários, fomentam elevados padrões de ética, estabelecem a boa vontade e trabalham pela paz no mundo.

A estrutura do Rotary compreende os Distritos Rotários e os Rotary Clubs. Estes constituem as células básicas do Rotary. A elas se agregam os rotarianos na condição de associados. É pela identificação das necessidades das comunidades nos locais em que se situam os Rotary Clubs, que o rotariano presta serviços, sempre voluntários.

Que diria hoje o fundador do Rotary, quando somos mais de 1.213.347 rotarianos (sendo 234.467 mulheres) espalhados em 34.797 clubes agrupados, em 532 distritos rotários em 219 países e regiões geográficas? (números oficiais em outubro de 2014).

O Rotary no Brasil

A entrada do Rotary no Brasil, ocorreu com a admissão do Rotary Club do Rio de Janeiro, em 28 de fevereiro de 1923, data esta que passou a ser a data de aniversário da organização no Brasil.

A semente plantada em 1923, pelo RC do Rio de Janeiro, germinou e deu frutos: hoje, são 38 distritos no Brasil, com 2.391 unidades rotárias, das quais fazem parte 56.122 rotarianos (sendo 12.840 mulheres).

No mundo rotário, o Brasil encontra-se em terceiro lugar em número de clubes e quinto em número de sócios.

Temos, é certo, o dever de nos mantermos fiéis aos ideais pelos quais lutou Paul Harris.

Serviços prestados pelo Rotary:

Os Rotary Clubs são autônomos e escolhem seus projetos de prestação de serviços de acordo com as necessidades das comunidades. Atuam tanto de forma global como local, prioritariamente em seis áreas de enfoque: 1) Paz e prevenção/ resolução de conflitos; 2) Recursos hídricos e saneamento; 3) Prevenção, controle e tratamento de doenças; 4) Saúde materno infantil; 5) Educação básica e alfabetização; 6) Desenvolvimento econômico e comunitário. End Polio Now Alberto Bittencourt. Entre os programas da Fundação Rotária, destaca-se a campanha END POLIO NOW, para erradicação da poliomielite, que todos conhecemos como paralisia infantil, e para o qual muitos de nós colaboramos. O mundo está à beira de eliminar uma das doenças mais temidas do século 20 – a poliomielite. Durante a primeira metade do século, a poliomielite matou ou deixou aleijadas mais de meio milhão de pessoas por ano. Mas em grande parte, graças ao Rotary e aos 1,2 milhões de rotarianos em todo o mundo, o número de casos foi reduzido em 99,81%, e, em breve, a doença estará eliminada.

As ações dos rotarianos visam sanar muitos dos problemas críticos da humanidade, entre ele a violência, as drogas, a pobreza, a fome e a destruição do meio ambiente. Atuam em prol de crianças, pessoas com deficiências, idosas e enfermas. Buscam sempre a paz, a boa vontade e a compreensão entre homens e nações.

Programas para a Juventude

Os rotarianos trabalham com e para a juventude, procurando focalizar os desafios enfrentados pelos jovens nos dias de hoje. Envolvendo-se com os programas do Rotary, os jovens aprendem a ser líderes e compreendem a importância da prestação de serviços à comunidade.

São programas estruturados do Rotary para a juventude: os Interact Clubs (para estudantes de nível secundário, entre 13 e 18 anos), os Rotaract Clubs (para jovens adultos, entre 18 e 30 anos) e os Seminários Rotários de Liderança Juvenil (RYLA),  Além desses, o programa Intercâmbio de Jovens oferece a estudantes de segundo grau a oportunidade de morar por algum tempo no exterior e, assim, ampliar sua visão do mundo e travar amizades internacionais.

End Polio Now

Alberto Bittencourt

Entre os programas da Fundação Rotária, destaca-se a campanha END POLIO NOW, para erradicação da poliomielite, que todos conhecemos como paralisia infantil, e para o qual muitos de nós colaboramos.

O mundo está à beira de eliminar uma das doenças mais temidas do século 20 – a poliomielite. Durante a primeira metade do século, a poliomielite matou ou deixou aleijadas mais de meio milhão de pessoas por ano. Mas em grande parte, graças ao Rotary e aos 1,2 milhões de rotarianos em todo o mundo, o número de casos foi reduzido em 99,81%, e, em breve, a doença estará eliminada.

O Rotary, uma organização humanitária, fez da erradicação da poliomielite sua prioridade a partir de 1985. Desde então, o Rotary contribuiu US$1,3 bilhão à causa, e seus associados dedicaram milhões de horas de trabalho voluntário para imunizar
mais de 2,5 bilhões de crianças, em 122 países.

Além de arrecadar dinheiro, os rotarianos oferecem seu tempo e experiência para combater a pólio, fornecendo apoio nas clínicas, transporte de vacinas, suprimentos médicos e mobilizando as comunidades para a vacinação e outras atividades.
A Campanha da Pólio é a maior campanha de saúde pública já realizada em todos os tempos. A poliomielite será a segunda doença humana erradicada por meio da vacinação. A primeira foi a varíola.

A pólio, uma doença altamente contagiosa, afeta crianças, sobretudo as menores de cinco anos. Ainda é endêmica em três países – Nigéria, Paquistão e Afganistão. Não há cura para a doença, que pode causar paralisia e até mesmo a morte. No entanto, por apenas US$0,60, uma criança pode ser vacinada e ficar protegida por toda sua vida. Um progresso notável foi alcançado nesta luta. O número de casos da doença passou de 350.000 ocorridos no ano de 1988, para 359 em 2014. Destes, 340 foram em países endêmicos e apenas 19 em países não endêmicos (o Paquistão teve 306 ocorrências, o Afganistão, 28 e a Nigéria, 6. São dados oficiais do Rotary).

Em 2014, o Sudeste Asiático foi certificado como livre da pólio, depois que a Índia eliminou a doença de suas fronteiras, uma conquista incrível para um país antes considerado como o lugar mais difícil de eliminar a paralisia infantil em todo o mundo. Após interromper a disseminação do poliovirus, a vacinação e a vigilância devem continuar por vários anos para ter certeza de que o vírus está completamente eliminado. Não é uma tarefa fácil. Um dos maiores desafios para o esforço é a escassez de recursos financeiros.

Após interromper a disseminação do poliovirus, a vacinação e a vigilância devem continuar por vários anos para ter certeza de que o vírus está completamente eliminado. Não é uma tarefa fácil. Um dos maiores desafios para o esforço é a escassez de recursos financeiros.

Outros Programas da Fundação Rotária

Os Centro Rotary de Estudos Internacionais na Área da Paz e Resolução de Conflitos já formaram, desde a primeira turma em 2002-2004, mais de 800 pacifistas que hoje militam em órgãos de governos, empresas privadas e ONGs muitas de sua própria criação.

O Rotary facilita o contato internacional entre seus membros para que, aqueles que possuem os recursos, possam oferecê-los aos que deles necessitam. Os programas humanitários da Fundação Rotária providenciam atendimento e suprimentos médicos, água potável, alimentos, treinamento profissionalizante e educação — principalmente em benefício do mundo em desenvolvimento.

Me chamo Henrique Mattos de Oliveira, tenho hoje 106 anos, sou de 15/3/1908, médico desde 1938, pois recebi homenagem do CRM que me devolveu minha inscrição original, o que muito me honra ainda ser médico. Sou fundador do Rotary Club Boa Vista, que faço questão de frequentar, pois o Rotary para mim é fonte de vida, lá tenho amigos de todas as idades, pois da minha faixa etária já não os tenho, minha família e o Rotary é o que me traz luz e me faz sorrir. É com alegria que vejo o amigo José Ubiracy ser eleito diretor de RI.

Lembro quando assumiu a presidência do Rotary Club Recife, e da sua brilhante governadoria. Com sua dedicação ao Rotary, capacidade e simpatia, era mesmo o mais indicado. Honra para nós do Distrito 4500, certeza de sucesso. Sinto-me privilegiado em poder assistir a mais um diretor em nosso Distrito, como nosso querido Mário Antonino.
O Rotaryano e fundador do Rotary Club Boa Vista veio a falecer dias após deixar esse
depoimento para ser publicado. Sempre presente.

A eleição de José Ubiracy Silva para compor o board do Rotary International, no biênio rotário 2015-2017, foi uma consagradora vitória para o Distrito 4500 e para Pernambuco. Como sabemos, foi ainda em 1985 que o Estado havia sido honrado com a presença de Mário Antonino como Diretor do Rotary International. Mas foi, sobretudo, uma vitória para o nosso Clube, o Rotary Club do Recife, que tem o privilégio de ter JOSÉ UBIRACY SILVA como um dos seus mais atuantes companheiros.

Bira é um líder nato, que se mostrou competente, desbravador, aguerrido, empenhado no seu grande projeto, no seu objetivo de poder integrar o quadro de dirigentes mundiais do Rotary. Empresário exemplar, líder de uma invejável família, ao lado de sua mulher CEÇA, uma lutadora, uma mãe e esposa dedicada e compreensiva, não temos dúvida de que continuará a prestar os melhores serviços em benefício dos grandes objetivos do Rotary.

Este título de Diretor do RI cai como uma luva em sua personalidade de rotariano atuante, altivo, brilhante, competente e dedicado.

Parabéns e Deus lhe guarde para o sucesso em sua vida profissional e de rotariano.
Isaltino Bezerra – Associado ao Rotary Club Recife

Rotary vem servindo todos os povos, atento às suas circunstâncias. Assim é que, sempre na medida do possível, atende aos necessitados físicos, sociais, intelectuais e morais, que estão sob seu raio de ação.

Há mais de um século oferece oportunidades de estudos, desde a alfabetização até a especialização. Atualmente, incluiu cursos de mestrado em “resolução de conflitos”. A campanha mundial para erradicação da poliomielite é um dos feitos marcantes do Rotary. Apenas no Afeganistão, Paquistão e Nigéria a poliomielite ainda é endêmica. Rotary para mim é um ponto de convergência para as pessoas que acreditam no poder dos ideais, no primado da ética, nas ações humanas, com a conseqüência de que sua ação pessoal é útil para a obtenção do entendimento entre os povos e da paz. Brevemente, o companheiro José Ubiracy Silva estará assumindo as atividades de Diretor do Rotary International. Nós, integrantes do quadro associativo do Rotary no Distrito 4500, nos sentimos felizes e confiantes, pois sabemos que o companheiro Ubiracy irá promover e favorecer o bem, com fé e idealismo, na ventura de viver e haurir os excelsos benefícios da suprema satisfação que é a vida rotária em sua essência e plenitude.
José Albert Van Drunen – Associado ao Rotary Club do Recife – Espinheiro

Eu sempre vejo o Rotary como uma grande escola, onde cada rotariano é ao mesmo tempo mestre e aluno. Na verdade, desde o seu início, o Rotary foi uma escola, uma escola de trabalho, na qual todos aprendem trabalhando e trabalham aprendendo.

Nessa escola universal do Rotary, que tem mestres e alunos de todos os idiomas, raças, credos e costumes, temos a oportunidade de nos desenvolver, de aprender, de ensinar, de crescer espiritualmente.

As três principais tarefas do líder rotariano do presente são representadas por três palavras de ordem: visibilidade, integração e mobilização.

Seja a nossa primeira tarefa, a de dar visibilidade a todo o bem que o Rotary faz no mundo. O presidente Glenn disse que o Rotary nada tem a esconder. Não tem senhas nem códigos secretos. Tudo é claro e transparente, para ser partilhado com a humanidade.

Para divulgar Rotary, podemos usar recursos de marketing, da mídia, o que estiver ao nosso alcance para que todos o conheçam e aprendam a admirá-lo. Devemos levar o nome do Rotary ao nosso ambiente de trabalho, às nossos profissões, aos nossos círculos de amizades, à nossa casa, mostrar as ações, os feitos, as realizações de nossos clubes.

A nossa segunda tarefa é integrar a Família Rotária na vida do clube. É integrar o clube com outros clubes de serviços, com órgãos públicos, com empresas privadas, no que se chama de mútua cooperação. É desenvolver e motivar as pessoas. É ensinar ao novo companheiro, como ser um autêntico rotariano, despertando-lhe a vocação de serviço. É transformar o velho companheiro, já cansado e desestimulado, em autêntico homem de ação, verdadeiro líder, reacendendo em seu coração a chama da amizade, da boa vontade, da paz e compreensão.

A terceira grande tarefa é a de mobilizar o quadro social, para atender ao chamamento do serviço. É fazer com que todos os rotarianos sejam cúmplices uns dos outros, na busca dos ideais rotários. Sabendo que cada clube é a soma de seus membros, o reflexo de seus sócios, quanto mais eficientes formos, maior eficiência terá o clube. Clubes de qualidade correspondem a homens dispostos, devotados ao ideal de servir, consagrados à ação como produto de sua fé. O rotariano, através de sua ação, de sua devoção, de sua identificação total com os objetivos do Rotary, é quem deve ensinar a todos o caminho da paz e do bem, pelo uso de sua voz e do seu exemplo. É com realizações concretas de nossos Rotary Clubs, sob a liderança e inspiração do Diretor 2015-17, nosso querido José Ubiracy Silva, que podemos elevar bem alto a imagem do Rotary, em nossas comunidades e no mundo.
Alberto Bittencourt – Associado ao Rotary Club do Recife – Boa Viagem

Temos a convicção de que, em face dos excelentes resultados já alcançados ao longo desses 110 anos de existência, o movimento rotário continuará sendo um valiosíssimo suporte na árdua busca pela Paz, e assim provavelmente viverá uma nova fase, de franca expansão, pelo mundo inteiro, pois os ideais que norteiam sua ação se alicerçam nos princípios mais sadios da Ética e da Moral, com o mais profundo respeito aos princípios morais, educacionais, profissionais, comportamentais e religiosos de todos e de cada um de seus integrantes. As nossas portas estarão sempre abertas aos praticantes da Paz, aos que se esforçam pela construção de um novo padrão de convivência fraterna, aos que labutam e se entregam, sem receber qualquer remuneração financeira, de forma voluntária a superar, ou pelo menos minorar, o sofrimento e as dificuldades por que passa grande parte da Humanidade.

Este dinamismo na forma de pensar e agir, em consonância com os grandes objetivos da instituição, fez com que o experiente e competente companheiro rotariano, José Ubiracy Silva, conceituado e próspero empresário, que de longa data, sem prejuízo de suas atividades profissionais, vem prestando excelentes serviços voluntários ao Rotary, tanto em seu clube, como no Distrito 4500, inclusive como Governador, fosse eleito por unanimidade, Diretor de Rotary International, para o biênio 2015-2017, representando o Brasil, no Conselho Diretor da instituição sediada na cidade de Evanston, nos Estados Unidos.
José Corsino Dantas de Lima – Associado ao Rotary Club do Recife – Boa Viagem

O Rotary celebra os 110 anos de existência como uma respeitada organização internacional de voluntários comprometidos com o amor ao próximo e com o servir.

Nasceu do desejo de quatro profissionais de origens étnicas diferentes e de tendências religiosas também distintas.

Por defender elevados princípios éticos e por pugnar pela igualdade dos povos e pela paz entre as nações, o Rotary tem merecido o apreço e a mais elevada consideração por parte dos 219 países e regiões geográficas onde atua. Num mundo de tanta violência, de cenários tão díspares e gritantes diferenças sociais, o Rotary se apresenta como fator de equilíbrio e de esperança.

O Rotary constitui uma família de mais de dois milhões de pessoas, integradas em Rotary Clubs; Casas da Amizade (cônjuges); Rotary Kids (meninos e meninas); Interact Clubs (adolescentes); Rotaract Clubs (jovens adultos); além dos NRDCs – Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário, que se reúnem regularmente em nome da amizade, da solidariedade e do bem coletivo.

Com os seus próprios recursos financeiros ou de parceiros colaboradores, os rotarianos conseguem implantar escolas e cursos, equipar hospitais, promover intercâmbios nacionais e internacionais, e estão prestes a concluir uma das mais formidáveis campanhas humanitárias da história – a erradicação definitiva da poliomielite da face da Terra.

Que nós brasileiros, orgulhosos de sermos parte dessa equipe briosa e servidora, possamos nos colocar à disposição do Diretor 2015-17, José Ubiracy Silva e de sua digna esposa Maria da Conceição (Ceça) que, com suas virtudes de líderes incontestes, tudo farão para honrar e elevar bem alto o nome do Rotary.

Se José Ubiracy tem sabido ser um empresário de grande sucesso, e de ter tido a dádiva de se conduzir ao lado de Ceça, como centro de uma família verdadeiramente abençoada, ele tem as mais apropriadas condições para liderar os mais competentes rotarianos do mundo acostumados com os lemas:
“Mais se beneficia quem melhor serve” e “Dar de si antes de pensar em si”.
Mário de Oliveira Antonino – Associado ao Rotary Club do Largo da Paz

O que expressar sobre Rotary, após meus companheiros, expoentes desta vivência e do conhecimento expressivo de ser rotariano através dos anos? Falo com o coração feminino, repleto do amor e admiração por esta organização admirável e digna do maior respeito através destes 110 anos de existência, liderada por gente que se fez melhor e unidos a esta multidão de companheiros, buscam minorar o sofrimento de outros e proporcionar, através de um trabalho junto às comunidades, elevar e resgatar a dignidade de pessoas que buscam o amor, a paz, o conhecimento de irmão em Deus e capazes de dar de si sem pensar em si. Deus abençoe meu Diretor Internacional, nosso querido Bira, fundador do meu Rotary Encanta Moça, do qual com muito orgulho faço parte há oito anos. E sou companheira de Rotary, dentre outras pessoas, da nossa estimada Ceça, esposa do nosso Diretor, José Ubiracy Silva. Amo o Rotary, amo ser rotariana e, através desta convivência saudável e deste trabalho digno, ter a oportunidade de me tornar um ser humano melhor. Realmente isso é felicidade, é presentear a si, tornando outros felizes. Creia meus amigos: o Rotary te proporciona esta chance. Venha ser rotariano e dê a si este imenso presente e ao mundo também”.
Teresa Asfora – Associada ao Rotary Club – Encanta Moça

Tive a honra de conhecer o Rotary através de minha avó que é uma grande Rotaryana, Teresa Asfora. Desde então, passei a admirar e a entender que esta palavra significa GRANDE CORAÇÃO. É uma mistura de vizinhos, amigos e líderes comunitários que juntos criam mudanças de muita valia em suas comunidades e pelo mundo afora.

Este coração, que faz história e conecta pessoas há mais de 100 anos, enfrenta desafios dos mais difíceis do mundo e ajuda uma vasta gama de organizações internacionais e humanitárias para enfrentá-las.

Foi com muita satisfação que presenteei para este grande coração a capa desta edição, junto a um dos corações mais generosos que conheci. O querido líder e amigo, Bira. Censor de que se faça exatamente o necessário, sensato avaliador da inteligibilidade, grande mestre, com um potencial de ser fantástico, família, competente, leal, só pode ter sido um monge em alguma geração passada, para suportar com tamanho afinco, sem perder a classe sucessivos afazeres.

Tenho convicção de que não há nome mais preparado e com tamanha disposição para neste momento ocupar o cargo de anfitrião-diretor para o biênio 2015-2017 sobre parte sul da América do sul. Parabéns, pelo exemplo de brilhante intelecto, incansável empreendedor, expressivo e dono de uma das personalidades mais cativantes que conheci, continue sendo exemplo, meu, nosso Chaplin.
Manuella Asfora Russell Higashikawauchi – Diretora Executiva da Revista Empório Paradigma