,

Coffe Break

fotoCoffeBreakMensurar o índice de satisfação de nossos leitores no primeiro número da Paradigma foi, sem dúvida, algo demasiado compensador para mim e para minha equipe. Só tenho que agradecer pela excelente repercussão.

Welcome, Gallerist! Em seu primeiro momento já mostra a que veio. Lojas parceiras, junto à nossa it girl Maria Eduarda Egito, garimparam as últimas tendências para as apaixonadas por moda fazerem e acontecerem. Um pequeno perfil junto às peças selecionadas para que vocês, leitoras, estejam sempre bem servidas.

Nas Páginas Azuis, a Diva pop do Brasil Marina Elali nos conta em entrevista exclusiva detalhes dos bastidores de “Duetos”, onde homenageou o eterno Rei do Baião, e o seu inesquecível avô, Zé Dantas. Além de falar sobre carreira, planos e sua paixão pelo Recife.

Arquipélago de Sabores, nome dado ao grupo de ilhas onde o sucesso invadiu suas areias. Seus gestores, José Inácio e Severino Inácio de Lucena, hastearam bandeirinhas pelas ilhotas,proporcionando aos ilhéus cordialidade, aliada a novos sabores.

É com grande satisfação e admiração que a Paradigma cumprimenta o “árbitro” desta edição, o querido amigo e Presidente da OAB/PE, Pedro Henrique Reynaldo Alves, o “homem do apito”, que mostra que a regra é clara, fortalecendo a ordem em prol da advocacia e da cidadania com os parâmetros mais precisos.

Chegamos ao fim de mais uma conquista juntos. “TIM-TIM!”. E para brindarmos este momento, o nosso “Baco” José Luis Spencer nos abençoa com o prazer de uma harmonização perfeita, com os mais variados pratos e rótulos.

Leia sem moderação!

Manuella Asfora Russell – Diretora Executiva

,

Coffee Break

,

SÓCIO ESTRANGEIRO NA SOCIEDADE EMPRESÁRIA

Nesse cenário de intenso investimento que estamos vivendo em Pernambuco, muito tem se falado em captação de recursos estrangeiros. Seja ingressando
como sócio ou mesmo abrindo um novo negócio, existem muitas lendas em torno do tema. Alguns dizem que é necessário ter um sócio brasileiro, outros afirmam que há de se ter autorização do Governo Federal – enfim, não há uma orientação clara e compilada sobre o assunto. A pretensão aqui é alinhavar uma orientação básica, sem aprofundar nas teorias ou nos emaranhados da lei, muito menos nas exceções e casos complicados, apenas pretendendo pincelar os pontos que suscitam maiores confusões, até porque esta é a proposta da revista.
QUEM É QUE PODE INVESTIR?

Não existem empecilhos legais para a participação de estrangeiros em sociedades empresárias constituídas no Brasil, nem mesmo há restrições para que pessoas ou
empresas oriundas de outros países se associem e formem novas empresas em solo brasileiro, logicamente obedecendo às formalidades legais afetas a origem dos sócios, que necessariamente deverão apresentar seus documentos de identificação traduzidos para o bom português. As empresas estrangeiras também são bem-vindas e podem livremente investir em empresas brasileiras ou participar da constituição de novos empreendimentos. Podem inclusive fundar aqui no Brasil novos negócios com 100% do capital oriundo do estrangeiro, limitados apenas em algumas poucas atividades estratégicas, devidamente controladas pelo Governo Federal (Rádio, TV, Bancos etc). Porém, se a intenção é trazer uma filial da matriz estrangeira para funcionar no Brasil, terá que se submeter aos trâmites de autorização de funcionamento previstos no Art 1.134 da Lei 10.406/02 (Código Civil), o que complica um pouco por se tratar de um processo que iniciará o trâmite em Brasília/DF.
HÁ ALGUM LIMITE PORCENTUAL DE PARTICIPAÇÃO?

Outra dúvida que é recorrente diz respeito ao limite porcentual de participação de estrangeiros em sociedades empresárias e quanto à obrigatoriedade de se associar a um brasileiro. Estrangeiros poderão formar sociedades livremente em território brasileiro, seja com outras pessoas maiores e capazes de fora do Brasil ou com alguém daqui. E veja bem, não importa quanto por cento cada um comporá. O único dispositivo legal exigido é de que haja no contrato uma cláusula indicando um(a) representante pessoa física com residência fixa no país que esteja credenciado(a) a receber citações em nome do(s) sócio(s) estrangeiro(s). Além disso, estrangeiros sem visto permanente no Brasil NÃO PODEM se responsabilizar oficialmente pela administração de empresas, seja como titular ou como procurador. A única exigência é comparecer a uma embaixada brasileira e cadastrar-se como pessoa física perante a União Federal, recebendo assim o seu CPF emitido pela RFB. Para emissão do CPF, o estrangeiro deve comparecer em uma embaixada do seu país de origem portando documento de identificação válido. Se estiver no Brasil, deve apresentar o RNE/CIE (Registro Nacional de Estrangeiro/Cédula de Identidade de Estrangeiro), ou Passaporte, ou ainda o Protocolo RNE em que constem seus dados cadastrais. Óbvio que há exceções e elas estão previstas na Instrução Normativa do DNRC – Depto Nacional de Registro do Comércio, que prevê algumas poucas restrições quanto à participação de estrangeiros em empresas cujo objetivo social esteja ligado a rádio, televisão e conteúdo jornalístico, empresas aéreas, telefonia, sistema financeiro. Veja maiores detalhes quanto à legislação em http://www.dnrc.gov.br/Legislacao/dnrl200v.htm.

, ,

Prime

imgPrime01

imgPrime03Listras, listras e listras!

A tendência hit para a próxima estação! As listras são, sem dúvida alguma, a aposta de muitas marcas para a temporada que se aproxima. Em meio a tantas opções, destacam-se as listras em p&b protagonizadas pela Chanel, que consegue de forma peculiar tornar a estampa – tão ligada ao estilo navy – em inquestionável artigo de luxo; as coloridíssimas e alegres de Dolce &Gabbana, e as glamourosas (todas em paetê!) da nacional Ellus. Escolha a sua e entre nessa onda! LISTRE-SE!

 

 

 

 

imgPrime04Lollapalooza: mix entre moda e música

Que o Lollapallooza está entre os três maiores e mais tradicionais festivais de música do mundo todo não é novidade para ninguém. Em março desse ano, o conhecido “Lolla” chega ao Brasil, para a sua segunda edição em terras brasileiras. O mix entre moda & música é nítido com uma simples observada no público do festival! Para quem ainda não sabe o que usar: o combo conforto e atitude é a pedida certa para um look despretensioso e cool! (Para mais infos: www.lollapaloozabr.com).

 

 

 

 

imgPrime05Say hello to my new friend: fat girl six pack

Um novo produto de beauty tem conquistado(e muito!) a atenção de mulheres do mundo todo: o FAT GIRL SIX PACK, da marca britânica Bliss. O que o faz tão especial? A promessa de rápida tonificação dos músculos da barriga e o enorme número de usuárias que contam que o produto realmente funciona! Infelizmente, o comentado produto ainda não tem sido vendido no Brasil, mas inúmeros são os sites que permitem a sua compra online, como o da marca Bliss (www.blissworld.co.uk) e o da Sephora gringa (www.sephora.com). Vamos testar?

 

 

 

imgPrime06Verde é é referência em joias e acessórios naturais

A Verde Ouro, comandada com maestria pelas empresárias Rosana Lemos e Fernanda Dubeux, é referência na cidade pelas apostas diferenciadas em termos de joias e eternização de vários acessórios que fizeram parte de um momento especial e, por isso, não devem ser esquecidos ou descartados. O trabalho delicado da grife consiste em dar um banho especial de ouro, prata, níquel e outros materiais valiosos em buquês, sapatinhos de bebês, lapelas e afins. A Verde está presente no Parnamirim, Boa Viagem e no Mercadinho Chic, em São Paulo. Mais: http://www.verdeouro.com.br/

 

 

 

imgPrime07Espaço para festas

Tudo que é mais moderno em termos de festas e casamentos está disponível através do novíssimo espaço Villa Apipucos. A casa, localizada no bairro de Apipucos, é uma expansão do grupo Mercês Santiago, referência na cidade quando o assunto é a projeção de um evento e foi inaugurada há poucas semanas sob o comando das empresárias Monica, Roberta e Mercês Santiago. O traçado do local, cuja capacidade é para cerca de 700 pessoas, é assinado por Amaury Santana. Outras informações: http://www.mercessantiago.com.br/index.php

 

 

 

imgPrime08Estilo e conforto

Praticantes de várias modalidades esportivas têm batido o ponto na Scala do RioMar. O motivo? A linha de peças Biofir, que traz produtos sem costura com fios especiais contendo cristais bio-ativos, capazes de utilizar o próprio calor do corpo para ativar a microcirculação, a oxigenação e a drenagem das células, diminuindo os sinais de celulite, reduzindo as medidas e melhorando a aparência da pele em termos de suavidade. Mais: www.facebook.com/scalariomar

 

 

 

 

imgPrime02

imgPrime09Cultura e Movimento

Liana Vila Nova e Mariana Moura, visando promoção de conhecimento, ampliar a discussão das diversas áreas da cultura e incentivar novos diálogos, desenvolveram o 3emeio Cultura em Movimento, projeto inovador que tem dado o que falar para os entendedores do assunto. Cursos são disponibilizados nas áreas de cultura, artes, música, arquitetura, cinema, fotografia, literatura, moda, gastronomia, psicanálise e administração. # 3emeioculturaemmovimento

Arte e Eletronic Music

Você já pensou um espaço que comportasse 500 pessoas em noites destinadas ao Rock e eletronic music? E nesse mesmo espaço você encontrasse exposições de arte, cultura e entretenimento? Bem vindos ao Mantra, dos empresários Eduardo Pereira e Davi Santiago. Com inauguração prevista para abril o espaço, que se localiza no Pina, próximo ao shopping RioMar, promete vir com tudo.

imgPrime10Eco Tribe é a sua vibe

Um dos maiores eventos de música eletrônica do Recife, desenvolvido pelo nosso amigo Romero Bivar, esteve de volta em sua versão cidade (City), no último dia 16, o Haras Boa Viagem entrou na vibe do Eco Tribe City que vem ganhando força a cada edição, com artistas nacionais e internacionais, em parcerias com a ONG Recapibaribe.

imgPrime11Made in Brazil

Buscando explorar grandes produtores da eletrônic music no Brasil, nosso amigo Léo Loyo e o empresário Guilherme Ruas investem forte no Made in Brazil, evento que já vai para 3ª edição, trazendo nomes como Felguk, Mário Fischetti, Joe K, Tikoo’s Groove e promete surpresas para o segundo semestre.

imgPrime12Made in Recife

Nosso DJ conterrâneo Tiago de Renor curtiu a experiência de estudar numa das maiores escolas de música eletrônica do mundo, o SAE institute em Londres. De volta à terrinha ele vem provando que o que trouxe na Bagagem vem fazendo efeito. Emplacou uma música, que foi bem vista por uma gravadora croata A Must Have e agora o prodígio Renor vai de vento em popa para mais um passo no seu estrelato.

 

 

 

 

imgPrime13HEADPHONE

Por: Alexandre Chollet

Para vocês que curtem festas top, anote esse nome: Gran Vizzir. A marca promete se expandir e trazer muita coisa boa em breve. Aguardem!

,

Intercâmbio Internacional de Jovens

imagemLogoRotaryFunciona no Recife há mais de 30 anos. São enviados para o exterior jovens entre 15 a 17 anos, que frequentam um ano escolar. Os países mais procurados pelos alunos são: Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Dinamarca e França. Mas também há jovens estudando em vários outros países como: Turquia, Taiwan, México, Polônia, Eslováquia e outros. O jovem é selecionado um ano antes do envio dos mesmos, sendo esta seleção realizada em final de agosto ou começo de setembro de cada ano. Dentre as vantagens oferecidas pelo projeto está o fato de que como se trata de um programa administrado por voluntários é mais barato do que os outros intercâmbios existentes. Outra vantagem é que todos os rotarianos envolvidos são responsáveis pelos jovens, fazendo com que estes tenham toda a segurança. O intercâmbio do Rotary Internacional é considerado uma “troca de culturas”. Não é apenas um intercâmbio de línguas. O conhecimento de outras culturas torna o aluno um cidadão do mundo e principalmente mais tolerante, valorizando as diferenças culturais de cada país e não fazendo avaliações equivocadas. Afinal, é muito comum um povo interpretar como “erro” um costume de outro povo.

imagemIntercambJovensExemplo: o argentino beija na face um amigo. É errado? Não. É um hábito cultural apenas. O americano aperta a mão e abraça ao cumprimentar uma amiga, o brasileiro não aperta a mão de uma amiga, e, sim, dá dois beijinhos na face. Quem está certo? E quem está errado? Ninguém. Trata-se de uma questão de culturas diferentes. Então, quando se tem um jovem vivendo por quase um ano em uma nova cultura, este vai se adaptando a ela e vai cada vez mais aprendendo a tolerar e aceitar as diferenças culturais que existem por todo o mundo.

, ,

Relicário – 1ª Edição

imagemRelicario01

Rosana Cavalcanti
Ruínas de Tulun, Riviera Maya – México

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario02Rodrigo Quidute
Golden Gate Beidge – Califórnia

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario03Verônica Machado
Pequena baía na Ilha de Hvar – Croácia

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario04Nicola Sultanum
Passeio pelas ruas do Soho – Nova York

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario05Giselle Martorelli
Búzios – Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario06Innó Luiz
Piccadilly Circus – Londres

 

 

 

 

 

 

 

imagemRelicario07Silvio Pontual e família
SeaWorld – Orlando